ABJ Notícias    |    TV ABJ    |    O Parcial
 
home |
      Reportagem    
      CoMídia    
      Desde a antiguidade, filósofos debatem entre si quanto ao humor. Atravessando o tempo, o humor superou e mais que isso, se fez presente em todas as sociedades que o mundo já conheceu como forma de conexão entre os seres humanos. Presente nesse processo, a mídia também incorpora o humor como ferramenta para alcançar das mais diversas formas o leitor e consumidor. Mas qual é, de fato, o papel do humor na comunicação?


   
     
   
     
Além dos fatos
imPRESSO EM FOCO
Palhaçada da tevê
Breves pitadinhas
Além dos fatos
De olho na tela
Sociedade das covinhas
Mau humor
   
 
 
  Charges   Bizarro   Televisão  
  Embelezando a paisagem   Sociedade das covinhas   Palhaçada na tevê  
  Matheus Siqueira   Suellen Timm   Isis Ribeiro  
 
  IstoÉ   Veja   Época  
  Breves pitadinhas   A sutileza do humor   Época de rir  
  Carina Bentlin   Luzia Paula   Ellen Ribeiro  
  Bom gosto   Mau gosto   Propaganda  
  Ligação que dá certo   Humor sem frescuras   Mensagem implícita  
 

Eriany Uchôa

  Débora Matoso e Francielle Ferreira   Heloísa Barbosa  
     
Brincando com coisa séria
Claudia Irene de Quadros – Doutora em Ciências da Comunicação pela Universi- dade de La Laguna (ULL), Espanha. Coordena a linha de pesquisa Cibermídia e Meios Digitais na Universidade Tuiuti do Paraná (UTP).

  CQC  
  Ria custe o que custar  
  Rogério Cardoso  
     
  Pânico na tv  
  Mau humor  
  Anita Leite  
     
  Senado celebra os 200 anos da imprensa  
  ANDI oferece bolsas para TCC sobre Criança Consumo e Mídia  
  Abertas inscrições para 4º prêmio New Holland de Fotojornalismo  
  DVD debate ética no fotojornalismo
 
 
  identidade  
  Valeu!  
 
Henfil nasceu em Ribeirão das Neves e cresceu na periferia de Belo Horizonte. Foi embalador de queijos, "boy" de agência de publicidade e jornalista, até especializar-se, no início da década de 1960, em ilustração e produção de histórias em quadrinhos.
 
   
filme Livro
  Os melhores do mundo?  
 
 
   
     
  Crítica para crianças; Diversão para adultos?  
 
 
   
 
 
  Em sua opinião, o humor na mídia:
 
 
Tem agregado valor
Limita-se a piadas dúbias e não acrescenta valor
Indiferente. Não soma nem subtrai.

Férias!!! Os articulistas do Canal estão rindo a toa. Depois de um semestre de trabalho estaremos dando uma breve pausa para recuperar as energias. Voltaremos com a nossa missão de que “informação também é responsabilidade” e com análise quentinhas. Boas férias para você, leitor, e nos vemos daqui alguns dias. Até lá...
 
 
  "Mais uma edição do Canal está no ar. Apesar da correria de últimos dias do semestre na faculdade que envolve trabalhos, provas, trabalhos e mais provas, os articulistas da nossa revista se esforçaram ao máximo para trazer a você uma análise das facetas do humor dentro do processo de comunicação".  
 

 
 
  Cadastre seu e-mail e receba as últimas informações do Canal da Imprensa.
 
 
 
 
  "Para mim, nada se transforma, tudo se reformula. (...) Se contentar em viver sim- plesmente com a “ajudinha” de custo do governo, gastar os parcos centavos na ten- tativa desesperada de gritar “Timão” no estádio, parcelar a TV de plasma em 58 vezes só pra assistir novela e futebol, votar 325 vezes no mesmo bufão para garantir 150,00 reais, é resultado de um programa popular avança- díssimo: Pão e circo"  
   
   
 
...o futebol se concretizasse como uma religião nacional?
"E a Santa Autoridade vem andando em direção ao foco principal do evento. De preto, com passos lentos, porém fir- mes, ele retém todos os olha- res dos fiéis. Afinal, tem em suas mãos o objeto que move a fé de todos. Alguns segun- dos de silêncio... Começa"...

 
"O melhor que tem sido feito de humor no mundo é marcado por uma invasão do politicamente incorre- to. Mas a questão não está em fazer o politicamente correto, que é chato pra cacete. Nem o politica- mente incorreto, que po- de resvalar para a má educação. A questão é fazer o que eu chamo de "politicamente saudável" - que é aquilo assim, baca- na, inteligente, divertido, gostoso. Esse é o grande caminho".
 

Washington Olivetto, em entrevista à revista Amanhã