home |
      Reportagem    
      Crise aérea    
     

Há quase sete meses o “apagão aéreo” é um dos temas mais presentes na mídia. Mas será que a imprensa retratou o caso com profundidade, objetividade e, acima de tudo, buscando soluções sociais?


   
     
   
     
Impresso em foco
De olho na tela
Muito além do óbvio
Manipulação política ou jornalística?
Além dos fatos
Jogo aberto
Militares ainda causam medo
Mário Magalhães
   
 
 
 

Civis e militares

  Crise sensacional   Guerra no ar  
 

Militares ainda causam medo

 

O céu não pode esperar

 

Quem vai resolver?

 
 

Rodrigo Galiza

 

Ben-Hur Scheidt

 

Franciele Mota

 
 
 

Folha

  Revistas      
 

Atenção merecida

  Muito além do óbvio      
 

Dayse Hálima

 

Cígredy Neves

     
 
  TV globo   CBN   Record pode comprar TV Alterosa  
 

Manipulação política ou jornalística?

 

Atenção senhores ouvintes

   
 

Jocielma Carlos

 

Miriam Lopes

   
     

América divergente

Mário Magalhães jornalista, ombudsman da Folha . Formado pela UFRJ, trabalhou em Tribuna da Imprensa, em O Globo e O Estado de S. Paulo, antes de ingressar na Folha em 1991.

"Acho que o jornalismo tem feito um bom trabalho. Como você e as pessoas sabem o que os controladores falaram, o que os pilotos do Legacy conversaram e uma enorme quantidade de informações? Pelo trabalho dos jornalistas."

   
   
   
   
 
  identidade  
     
 

Waldir Pires – ministro da Defesa no governo Lula. Tem uma longa história na política brasileira, sendo um dos políticos perseguidos no período da ditadura militar. Já foi governador da Bahia e deputado estadual e federal, além de ministro da Controladoria Geral da União. Desde que assumiu o Ministério da Fazenda, é um dos personagens centrais da cobertura da imprensa sobre a crise aérea. Sua atuação é constatada por muitos veículos de comunicação do País. Pode ser decisivo para a instalação da CPI do Apagão Aéreo e para o desfecho da crise.

 
     
   
 

Como você classifica a cobertura que a mídia faz da crise aérea?

 
 
A mídia tem razão em suas críticas
A mídia está exagerando
O assunto merece mais atenção
Não sei responder
 

A próxima edição do Canal falará sobre a visita do Papa Bento XVI ao Brasil e como a mídia trata o tema. No entanto, a edição só irá ao ar em 24 de maio porque os alunos estarão ocupados com a Jornada de Comunicação do Unasp, como você pode ler no "Direto da Redação". Até lá, aproveite para ler toda a edição de Crise Aérea, assinar a newsletter e votar na nossa enquete.

 
 
 

Assine a newsletter e receba as últimas informações do Canal da Imprensa.

 
 
 
 
 

"A equipe do Canal irá retirar-se por um mês. O motivo é simples: os alunos envolvidos em nossa revista eletrônica estarão imersos na Jornada de Comunicação do Unasp."

 
 

 
 
 

"Falar de política não é fácil, espe- cialmente no Bra- sil. Os artigos refletem, em geral, a dificuldade dos alu- nos em contextualizarem personalidades políticas a partir de posturas ideológi- cas e processos históricos."

 
   
   
 

...houvesse um acidente aéreo ainda maior?

"Atenção, senhores passagei- ros, perdemos as duas asas. Na verdade, senhores passa- geiros, vocês ainda têm cerca de oito mil pés de vida. Orem, gritem, se desesperem. Enfim, esbocem suas últimas emo- ções.."

 

"A discussão nas manche- tes dos jornais, envolven- do o ‘motim' dos controla- dores aéreos é uma prova inequívoca de como a mentalidade atrasada, e por conseqüência autori- tária, está disseminada en- tre nós"

 

Jornalista Ulisses Capozzoli

 

Número de capas de revistas que aborda- ram a crise aére:

da Veja

da Época

da CartaCapital

da IstoÉ