home |
   
  reportagem    
      Valores fictícios    
     

"Quem não se lembra do jornalista Clark Kent que veio parar na terra, com força sobrenatural, o poder de voar, visão de raios-X, vestido com uma capa vermelha quando atua como herói, e imortal? Ou então do menino que numa excursão escolar a um museu é picado por uma aranha, e assume as habilidades de aracnídeos e as usa na luta contra o mal?"


   
     
   
     
contexto histórico
superman
Quase de verdade
O “S” mais famoso do mundo
turma da mônica
Holy avenger

Nós nas orelhas

Vingadora sagrada
   
 
 
  contexto histórico   mangá   hq e crianças  
  Quase de verdade  

Sob o domínio do sol nascente

 

Herói pós-moderno

 
 

Larissa Jansson

 

Giancarlo Sorvillo

 

Vanessa Candia

 
             
  hq: uma mídia   influência hq      
  Pela união de seus poderes  

Geração história em quadrinhos

     
 

Andréia Moura

 

Tiago Cabreira

     
 
  superman   batman   capitão américa  
  O “S” mais famoso do mundo  

O vingador noturno

 

Um super-herói fracassado

 
 

Joelmir Melo

 

Larissa Garcia

 

Iale Clitias

 
             
  flash gordon   quarteto fantástico   Homem aranha  
 

Herói à moda da casa

 

Patriotismo fantástico

 

Esperto como uma aranha

 
 

Franciele Mota

 

Giancarlo Sorvillo

 

Ana Carolina Riguengo

 
             
  X-men   Spawn      
 

"Eu tenho um sonho"

 

Ovas do bem ou do mal?

     
 

Paulo Mondego

 

Rodrigo Galiza

     
 
  turma da mônica   menino maluquinho   Calvin  
  Nós nas orelhas  

Educação maluquinha

 

Infância distinta

 
 

Angélica Maffi

 

Raquel Canedo

 

Thaísa Elis

 
             
  charlie brown   Luluzinha      
 

O queridinho dos quadrinhos

 

Menina não entra

     
 

Rizza de Matos

 

Cígredy Neves

     
 
  pato donald   Mickey mouse   pernalonga  
  Lá vem o pato...  

Um camundongo versátil

 

Imortal Pernalonga

 
 

Dayse Bezerra

 

Deyvison Veloso

 

Flávio Almeida

 
             
  zé carioca   condorito      
 

Verdinho por “verdinhas”

 

Humor nacionalista

     
 

Sandro Heringer

 

Juan Pereira

     
 
  dragon ball   holy avenger   gen pés descalços  
  Made in Japan  

Vingadora sagrada

 

GENial

 
  Joelmir Melo  

Andréia Moura

 

Lêda Maria

 
     
"Histórias em Quadrinhos, uma apostila acadêmica?"

Waldomiro Vergueiro - é doutor em Ciências da Comunicação pela ECA-USP, onde é professor associado e chefia o Departamento de Biblioteconomia e Documentação. Dentre outras várias atuações está a de organizador do livro Como usar as histórias em quadrinhos na sala de aula.

“Primeiro você tem que pensar que não existe história em quadrinho inocente. Mesmo a história em quadrinhos que é feita pra entretenimento está passando uma determinada mensagem que pode ser entendida positiva ou negativamente pelo seu público.”

 
 

China visita meios de comunicação da América Latina

 

Diogo Mainardi será proces- sado por cidadãos do Acre

  Gazeta Mercantil não foi vendida
 
   
 
Confira aqui os artigos publi-cados na coluna Canal da Im-prensa no jornal O Regional:

"Se você ainda não identificou que rede televisiva é essa, estamos falando da Al Jazeera."

 
  Livro  
  Área de Segurança Gorazde: A guerra na Bósnia Oriental  
 

A história verídica é relatada de uma forma emocionante e envolvente, que conquista a atenção do leitor pela a criatividade de expor a história em forma de quadrinhos.

 
   
filme filme
     
  batman begins  
  Biografia do morcego  
  ASTERIX E OBELIX CONTRA CESAR  
  Poção antiame- ricana  
     
 
 

Congresso para Jornalistas

 
  Uniderp realiza 1º Encontro de Jornalismo  
 

IV Encontro Nacional de História da Mídia

 

Entre as várias formas que o jornalismo tem de retratar a realidade, a grande reportagem sem dúvida é uma das que mais consegue alcançar seus objetivos. O trabalho obstinado do repórter em descobrir os fatos faz com que acontecimentos importantes venham à tona, mediante seu esforço em descobrir a verdade. Na próxima edição do Canal você poderá encontrar exemplos de grandes reportagens que mudaram o curso da história e contribuíram para o avanço da sociedade. Não perca, até lá!

 
 
 

"Analisando, por exemplo, a criação dos super-heróis da Marvel você vai notar que a história de muitos deles retratam o momento histó- rico em que foram criados. Para ser mais claro, quero dizer que as histórias de alguns gibis mostram o contexto político e social vivido pelo país. Posso citar como exemplo a história de criação dos mutantes X-Men. Eles foram criados exatamen- te quando o preconceito ra- cial nos Estados Unidos che- gava a limites extremos de conflitos e violência."

 
 

 
 
 

"Vale lembrar tam- bém que o projeto mostrou limita- ções. Talvez uma das princi- pais foi a de apuração. Neste sentido, o primeiro obstáculo foi o idioma e a dificuldade de acesso aos materiais de referência sobre os grupos internacionais. Já o segundo desafio, lamentavelmente, es- tá ligado à negligência dos articulistas na pesquisa. Apesar de termos conversado sobre isso na nossa reunião de avaliação na redação, penso que seja transparente e didático expor esse aspec- to aqui."

 
   
   
 

...as histórias em quadrinhos fossem reais?

"Gustavo decide dar uma volta de bicicleta. Passando pela sala e viu o pai assistindo televisão. O filho menor estava na varanda brincando com o vizinho. Gustavo pegou a bicicleta na garagem e foi embora. Antes de fechar o portão, porém, abriu a caixa do correio e viu no fundo dela um pequeno papel. Pegou e descobriu que era um daqueles folhetos que os crentes sempre deixam. Como nunca deu bola pra eles, colocou-o de volta, mas antes leu uma frase em destaque: “Você está preparado para o futuro?"

 
“As historinhas em qua- drinhos ficaram tão famo- sas que, atualmente, re- presentam uma enorme fonte de renda para a in- dústria do cinema de Hollywood. Mas, para os verdadeiros fãs, o lugar dos heróis sempre será os gibis”.
 
Fonte: www.educacional.com.br
 

é o núme- ro aproxi- mado de personagens que a Marvel Comics possui;

milhões de dólares foi o custo de produção do filme Batman Begins;

minutos é a duração do longa-metragem da Turma da Mônica;

é o número de idiomas em que a série Peanuts foi traduzida;

milhões de es- pectadores assis- tiram o filme Homem-Aranha 2 no Brasil.